Jose Antonio Lourenço     Jose Antonio Lourenço, Está Consumado!

Está Consumado!

«E quando Jesus tomou o vinagre, disse: está consumado. E inclinando a cabeça, entregou o espírito.» João 19:30

Introdução

Estas duas palavras- «…​está consumado» estão carregadas de significado e de conteúdo. Nunca uma frase tão pequena significou tanto! Nunca duas palavras tiveram uma mensagem tão abrangente e profunda. Nunca alguém disse tanto com tão poucas sílabas: «…​está consumado».

Poucos terão entendido o que Jesus quis dizer, quando disse: «…​está consumado». Esta frase «…​está consumado» significa que o plano grandioso de Deus para a nossa salvação, estava concluído. Significa que a nossa salvação estava ganha. A Obra redentora fora concluída com a morte de Jesus Cristo na cruz.

O seu sangue precioso que estava a ser derramado na cruz do Calvário era o preço exigido por Deus para o perdão dos nossos pecados. «Está consumado» significa que cada um de nós tem a possibilidade de entrar no Céu e viver eternamente com Deus. Vamos examinar o conteúdo profundo desta expressão: «…​está consumado».

Deus fez um plano desde a eternidade para salvar a humanidade

Quando Adão e Eva pecaram no Jardim do Édem e caíram em desgraça, Deus revelou que tinha já concebido um plano de salvação: Deus disse a Adão (Cen. 3:15) «E porei inimizade entre ti e a mulher e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.»

Por mais de três mil anos, ninguém percebeu perfeitamente o plano de Deus para salvação da humanidade. O plano estava realmente contido nesta promessa: percebia-se que haveria inimizade entre o diabo e a humanidade, que alguém nascido de uma mulher, um ser humano, teria que lutar com a serpente, o diabo e que ambos sairíam feridos - a serpente na cabeça e o ser humano no calcanhar.

Mas o plano de Deus era ainda muito vago e impreciso.

No tempo de Moisés, Deus revelou, atravéz do sacrifício de animais, que o seu plano de salvação era um plano mortífero e sangrento. O povo tinha que trazer os animais, sobretudo cordeiros que tinham que ser sem mancha e que depois eram imolados no sacrifício, sendo o seu sangue derramado para propiciação dos pecados.

O plano de Deus para a salvação ía sendo revelado, mas ainda faltava muito para conhecer o plano que estava na mente de Deus!

Passados 3.200 anos aprox., Deus fez revelações espectaculares àcerca do seu plano grandioso de salvação para a humanidade a um Profeta chamado Isaías. Isaías viveu 750 anos aprox. antes de Jesus Cristo nascer.

Deus revelou ao Profeta Isaías que nasceria de uma virgem um menino muito especial (Isa. 9:6): «Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.»

Deus revelou ainda ao Profeta Isaías que o seu plano incluía a morte terrível e horrenda deste menino especial no meio de grande zombaria e desprezo! E que da morte deste menino especial resultaria o perdão dos pecados e até a cura das enfermidades.

Leiamos este relato da revelação a Isaías - Isa. 53:2-12:

«Porque foi subindo como renovo perante ele e como raiz de uma terra seca; não tinha parecer nem formosura; e, olhando nós para ele, nenhuma beleza víamos, para que o desejássemos. Era desprezado e o mais indigno entre os homens, homem de dores, experimentado nos trabalhos e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.

Verdadeiramente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus e oprimido. Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e, pelas suas pisaduras, fomos sarados. Todos nós andamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho, mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.

Ele foi oprimido, mas não abriu a boca; como um cordeiro, foi levado ao matadouro e, como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, ele não abriu a boca. Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes e pela transgressão do meu povo foi ele atingido. E puseram a sua sepultura com os ímpios e com o rico, na sua morte; porquanto nunca fez injustiça, nem houve engano na sua boca.

Todavia, ao SENHOR agradou o moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os dias, e o bom prazer do SENHOR prosperará na sua mão. O trabalho da sua alma ele verá e ficará satisfeito; com o seu conhecimento, o meu servo, o justo, justificará a muitos, porque as iniqüidades deles levará sobre si. Pelo que lhe darei a parte de muitos, e, com os poderosos, repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma na morte e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos e pelos transgressores intercede.»

Depois do Profeta Isaías tudo ficou mais claro; a esperança do povo acendeu. Deus tinha um plano concrecto e definido para a nossa salvação. Já se sabia, que o plano não era fácil e que seria muito doloroso!

Deus concretiza o seu plano para salvar-nos

Seriam necessários mais de 700 anos para Deus concretizar o seu maravilhoso plano de salvação que Ele preparou antes da fundação do mundo. Deus trabalha fora dos calendários humanos e planeia tudo de acordo com a eternidade, porque Ele é eterno.

Passados mais de 700 anos, Deus enviou um anjo a Nazaré, ao encontro de uma virgem chamada Maria, com um anúncio espectacular e maravilhoso! Relatam assim as Escrituras no Evangelho de S Lucas 1:28-35:

«E, entrando o anjo onde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres. E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras e considerava que saudação seria esta. Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus. E eis que em teu ventre conceberás, e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai, e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu Reino não terá fim. E disse Maria ao anjo: Como se fará isso, visto que não conheço varão? E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; pelo que também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus.»

Mateus acrescenta (Mat. 1:21): «E ela dará à luz um filho, e lhe porás o nome de JESUS, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.»

Algo de grandioso e maravilhoso: Deus revela nesta altura o seu plano salvítico…​!

Afinal, a «…​semente da mulher…​» que falara a Adão e Eva que lutaria com Satanás e que seria ferido no calcanhar, tratava-se do Senhor Jesus Cristo, que daria a sua vida por nós e seria pregado na cruz do Calvário!

O menino especial de que falara o Profeta Isaías, cujo nome seria "Conselheiro, Deus Forte, Pai da eternidade e Príncipe da Paz", seria o próprio Filho de Deus, Jesus Cristo!

A morte terrível e horrenda profetizada por Isaías, iría concretizar- se no próprio Filho de Deus, Nosso Senhor Jesus Cristo! Exatamente como diz a Escritura Sagrada (João 3:16): «Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, (que nenhum que nele crê pereça) mas tenha a vida eterna.»

O Anjo enviado a Maria esclareceu tudo. Jesus deixou a sua glória e veio a este mundo para CONSUMAR a nossa salvação - daria a sua vida na cruz do Calvário, derramaria o seu próprio sangue, para remissão e perdão dos nossos pecados.

Jesus realizou e concluíu todo o plano de Deus Pai, para a salvação dos pecadores. Quando Jesus Cristo disse etas palavras «…​está consumado», Ele estava morrendo, pendurado na cruz, tendo já derramado o seu precioso sangue.

«…​Está consumado» significa que tu e eu, que todos nós temos a salvação preparada e ganha, que não temos necessidade de ser condenados e ir para o Inferno.

Por isso, Jesus Cristo disse (S. Mar. 16:15-16): «E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.»

«Quem crê em mim tem a vida eterna»

«…​Está consumado» significa que tudo está feito, só precisamos:

  • Reconhecer os nossos pecados, porque todos somos pecadores.

  • Arrepender-nos e crer em Cristo e no seu sacrificio, de todo o coração.

  • Aceitar o Senhor Jesus como o nosso salvador pessoal.

A Bíblia diz: João 1:12 "Mas a todos quantos o receberam deu-lhes a potestade de serem feitos filhos de Deus: aos que crêem no seu nome".

Jesus ressuscitou ao terveiro dia e confirmou que a sua obra redentora estava consumada

Deus revelou também ao Profeta Isaías que o Redentor, depois de uma morte muito dolorosa e terrível, iría ressuscitar de entre os mortos.

O Anjo que falou à virgem, disse-lhe que o filho que ía nascer «…​reinaria eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.» Isto implica que o Redentor não podia ficar retido pela morte, tinha que ressuscitar. O próprio Senhor Jesus Cristo, afirmou que ía morrer mas que, passados três dias, ressuscitaria.

A ressurreição do Senhor Jesus, era pois a prova máxima e final de que Ele era o Filho de Deus e que a sua morte na cruz tinha alcançado o efeito desejado que era a salvação dos pecadores.

Efectivamente, Jesus ressuscitou! Apesar das medidas de segurança tomadas para evitar o acontecimento, a Bíblia diz em Mat. 28:2-6:

«E eis que houvera um grande terremoto, porque um anjo do Senhor, descendo do céu, chegou, removendo a pedra da porta, e sentou-se sobre ela. E o seu aspecto era como um relâmpago, e a sua veste branca como a neve. E os guardas, com medo dele, ficaram muito assombrados e [ tornaram-se ] como mortos. Mas o anjo, respondendo, disse às mulheres: Não tenhais medo; pois eu sei que buscai a Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde e vede o lugar onde o Senhor jazia.»

Os seus discípulos foram testemunhas oculares da sua ressurreição e declararam: «…​Deus, ressuscitou a Jesus, do que nós somos testemunhas

A morte de Jesus Cristo na cruz e a sua ressurreição, concluíram todo o plano de Deus, para a nossa salvação. Toda a gente, todos os pecadores à face da terra, podem agora ser salvos, ter os seus pecados perdoados e ir viver eternamente com Deus no Céu.

A Bíblia diz em Rom. 10:9-13: «…​a saber: Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. Porque a Escritura diz: Todo aquele que nele crer não será confundido. Porquanto não há diferença entre judeu e grego: porque um mesmo [ é ] o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam. Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.»

Jesus disse: «…​quem crer será salvo e quem não crer será condenado

Se tu podes crer hoje, tu podes ser salvo hoje. Parece grandioso demais, mas é verdade.

Queres tu manifestar a tua fé em Jesus Cristo? Crês tu que Ele morreu na cruz do Calvário pelos nossos pecados? Crês tu que Ele ressuscitou dos mortos? Queres tu a salvação para atua alma? Se tu crês, podes ter a vida eterna.

Tu estás muito perto de experimentares a coisa mais preciosa da tua vida que é ser salvo, que é sentir o alívio do perdão, que é experimentar a paz com Deus! O que é que falta? É aceitar o Senhor Jesus, pela fé no teu coração, e entregar a tua vida a Ele.

Publicado em 2016-08-04

Para Trás

Para Trás