Jose Antonio Lourenço Jose Antonio Lourenço, O que fazer com os nossos pecados

O que fazer com os nossos pecados

Prv. 28:13

«O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia.»

Há pessoas que encaram o pecado como um prazer, como algo que não faz mal, que não tem importância, que não é grave. Outras pessoas acham que o pecado não existe. É coisa das religiões e da crendice dos mais fracos. Outros ainda se preocupam com esconder o pecado, para escapar ao juízo imediato.

A palavra pecado quase desapareceu do vocabulário das pessoas e preferem usar outros termos como: «desvio» «distracção» «divertimento» «fraqueza». Mas o pecado, à luz da Bíblia sagrada é uma coisa terrível! Está escrito:

«O pecado é a vergonha das nações» (Prov.14:34.) «Do que se queixa pois o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados.» (Lam. 3:39) O Apóstolo Paulo escreveu: «…​o salário do pecado é a morte.»

Se não tratarmos convenientemente os nossos pecados, eles arruinarão a nossa vida e levar-nos-hão à perdição.

Que fazer com os nossos pecados? Ignorá-los?

Há pessoas que procuram ignorar os seus pecados. Acham que o pecado não existe. Que é coisa das religiões e da crendice dos fracos. A bíblia diz que há pessoas que «…​bebem a iniquidade como água.» Não têm temor de Deus nem dos homens. Fazem o mal de cara tapada, mas não é por vergonha - é para não serem descobertos e apanhados.

Ignorar o pecado não elimina o pecado nem as suas consequências terríveis. Uma pessoa que tenha um cancro, pode procurar ignorar o cancro, fazer de conta que não o tem, mas ignorar não elimina o cancro, antes vai matá-lo mais depressa. Ignorar os nossos pecados é meter a cabeça na areia. A Bíblia diz: «Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.» «Não há um justo nem um sequer, todos se extraviaram e juntamente se tornaram inúteis.»

O pecado separou as pessoas de Deus, está arruinando as suas vidas e vai levá-las á morte e à condenação. Ignorar o pecado não altera nenhuma das suas consequências. Se uma víbora venenosa entrar no nosso quarto pela janela, é melhor não ignorá-la mas desidir o que fazer com ela. O pecado é como uma víbora venenosa que entrou em nossas vidas, não devemos ignorá-lo. Vamos decidir o que fazer com os nossos pecados antes que eles nos matem e nos levem para o inferno.

O que fazer com os nossos pecados? Ocultá-los?

Esta táctica de pecar e procurar esconder, ocultar, é muito antiga. A Bíblia fala de um homem chamado Acã, que transgrediu os mandamentos de Deus e depois escondeu o seu pecado. Parecia que o assunto estava resolvido, mas não estava. Foi terrível! O povo foi derrotado na próxima batalha e Acã foi descoberto e morto.

Há muitas pessoas pecando e escondendo os seus pecados. Há maridos infiéis ás esposas e escondendo isso. Há esposas que são infiéis aos maridos e conseguem esconder. O empregado rouba ao patrão e esconde. Os filhos, enganam os pais e escondem.

Esconder os pecados não é bom. O pecado escondido continua a sua obra nefasta. A Bíblia diz: «O que encobre as suas transgressões, nunca prosperará…​». O pecado escondido é como uma granada que rebenta na mão.

O pecado escondido,tem destruído muitas vidas,des feito famílias e levado milhões de pessoas à perdição. Esconder o pecado não é solução. A Bíblia diz: «sentireis o vosso pecado quando ele vos achar.» (Num.32:23.)

O que fazer com os nossos pecados? Ignorá-los, não adianta. Eles são uma terrível realidade nas nossas vidas. Esconder o pecado só funciona por algum tempo, para depois aparecer em forma de escândalo. A Bíblia diz: «O que o homem faz em oculto, será apregoado sobre os telhados.» O pecado escondido come o pecador por dentro e mata a sua consciência. É o pior que se pode fazer.

Que fazer com os nossos pecados? Confessá-los e deixá-los

A Bíblia tem a solução. «O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia.»

Jesus Cristo resolveu completamente o problema do pecado, quando morreu na cruz do Calvário. Ele nunca pecou nem na sua boca se achou engano; no entanto Ele deu a sua vida na cruz, derramou o seu precioso sangue, para nos lavar dos nossos pecados.

Deus estipulou que: «…​sem derramamento de sangue não há remissão.» No Velho Testamento milhares de cordeiros foram sacrificados derramando muito sangue, o que simbolizava a figura do «Cordeiro de Deus, Jesus Cristo, que tira o pecado do mundo.»

Efectivamente, o Senhor Jesus começou a derramar o seu sangue já no jardim do Getsemani onde, diz a Bíblia, «…​em agonia (…​) o seu sangue se tornou em grandes gotas de sangue que corriam até ao chão.» Mas o grande derramamento deu-se no Calvário onde Jesus Cristo foi crucificado! Grossos pregos pregaram as suas mãos e os seus pés numa cruz. O sangue jorrou e fez poças no chão. Estima-se que o Senhor Jesus derramou cerca de cinco litros de sangue na cruz, para nos salvar do flagelo dos nossos pecados.

A Bíblia diz: «Aquele que nos ama, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados.» A solução para os nossos pecados está na cruz. «O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia.»

Deus, por uma decisão de grande misericórdia, determinou perdoar os pecadores que aceitassem o sacrifício do seu Filho. A Bíblia diz: «Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia nos salvou.» (Tito 3:5) «pela graça sois salvos por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.»

Jesus Cristo morreu e foi sepultado, mas ao terceiro dia RESSUSCITOU! Apresentou- se VIVO e Todo-poderoso, mandou-nos «pregar a toda a criatura que quem crer será salvo…​» Ele pode salvar todos os que através Dele se cheguem a Deus.

Que fazer com os nossos pecados

Depois que Jesus morreu na cruz por nós e ressuscitou, tornou-se muito simples o tratamento dos nossos pecados.

Há apenas alguns passos a dar:

  • Ouvir a mensagem do evangelho e crer. Jesus disse: «Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.»

  • Arrepender-se. A Bíblia diz: «arrependei-vos e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados…​» «…​se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.»

  • Aceitar o Senhor Jesus no nosso coração. Está escrito: «A todos quantos O receberam, dá-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus…​». Isto é o que cada um de nós precisa fazer, pelos seus pecados. Se tens ignorado os teus pecados, pára com isso. «Deus não tem em conta os tempos da ignorância, anuncia agora, a todos os homens, e em todo o lugar que se arrependam.» (At. 17:30)

Que fazer com os nossos pecados? Escondê-los? Isso é terrível! É como guardar um leão faminto em casa. Vamos entregar os nossos pecados ao Senhor Jesus para que nos lave no seu precioso sangue. Vamos crer na sua morte na cruz e na sua ressurreição. Vamos aceitar o Senhor Jesus como nosso salvador. O problema dos nossos pecados ficará resolvido. As portas do Céu ficam abertas para nós. A Bíblia diz: «bem aventurados os que lavam as suas vestiduras no sangue do cordeiro, para que tenham direito (…​) e possam entrar na cidade pelas portas». Prezado leitor, tu precisas crer e aceitar o Senhor Jesus como teu salvador pessoal. Deves arrepender-te agora e fazer esta oração: Senhor Jesus, eu creio que tu morreste em meu lugar, pelos meus pecados. Creio que tu ressuscitaste e te aceito como meu salvador. Perdoa os meus pecados e ajuda-me a seguir-te todos os dias da minha vida. Amem.

Publicado em 2016-12-10

Para Trás

Para Trás