Jose Antonio Lourenço Jose Antonio Lourenço, A oração que precisamos fazer

A oração que precisamos fazer

Mar. 10:47

«…​Jesus, filho de Davi! tem misericórdia de mim.».

O homem que fez esta oração chamava-se Bartimeu. Ele tinha tudo contra si. Esta oração fez Jesus parar e socorrê-lo. Por causa desta oração, Jesus Cristo não apenas o curou da sua cegueira, mas também o salvou e mudou completamente a sua vida. Há um determinado tipo de oração que pode mudar completamente a nossa vida.

O cego Bartimeu fez Jesus parar com apenas uma oração

Vivia em Jericó, uma cidade maldita. Os seus habitantes eram perversos e rebeldes contra Deus. Tinham fabricado ídolos a quem prestavam culto. A sua perversidade influenciava e contaminava os seus habitantes e visitantes.

Bartimeu, apesar de cego não ficou imune às influências maléficas, afastando-se progressivamente de Deus. Nos seus dias, a sua geração era incrédula e perversa. O Apóstolo Pedro exortou : «…​salvai-vos desta geração perversa.»

Que diremos nós da nossa própria geração? A nossa sociedade hoje está muito pior, mais corrompida e perversa. Aquilo que só se fazia à noite ou às escondidas, actualmente é praticado à luz do dia e até aprovado como lei nos parlamentos! O que era considerado aberração e perversão, hoje é considerado um «direito humano». Esta é a sociedade em que nós vivemos e que contribuiu também com a sua influência para fazer de todos nós pecadores e destituir-nos da glória de Deus.

Nós precisamos, também, salvar-nos desta geração perversa. Bartimeu salvou-se clamando: «Jesus, filho de David tem misericórdia de mim.» Nós mesmos não conseguimos libertar-nos, por isso precisamos fazer esta oração, para Jesus Cristo nos salvar.

Bartimeu era cego e estava acompanhado de outro cego

O evangelista Mateus relata o mesmo episódio com dois cegos (Mat. 20:30). Bartimeu estava acompanhado com outro cego. Não podiam guiar-se um ao outro. Jesus disse que «…​se um cego guiar outro cego, ambos vão cair na cova.» Quando terminava o dia, cada um tacteava por seu lado e algumas vezes terão tropeçado os dois. Infelizmente, o mundo está cheio de cegos a guiar cegos, espiritualmente falando.

Há pessoas que tendo vista física são cegos espiritualmente. Jesus Cristo curou um cego de nascença e depois disse-lhe: «Eu vim a este mundo para juízo, a fim de que os que não vêem vejam, e os que vêem sejam cegos. Os fariseus ouvindo isto disseram a Jesus: também nós somos cegos? Disse-lhe Jesus: se fôsseis cegos, não teríeis pecado; mas porque dizeis: vemos; por isso o vosso pecado permanece» (Jo. 9:39-41).

Há uma cegueira ainda pior do que a cegueira física, é a cegueira espiritual: é não ver o seu pecado, é não ver o caminho da salvação, é não ver o amor e misericórdia de Deus.

Bartimeu tinha as duas cegueiras: a física e a espiritual, mas fez esta oração espectacular: «…​Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim». Então Jesus lhe abriu os olhos físicos e também os olhos espirituais, e aí o curou e salvou.

Nós precisamos também fazer esta oração. Se temos vista física, devemos dar graças a Deus, pela maravilha dos nossos olhos. Mesmo assim precisamos orar «…​Jesus, filho de David, tem misericórdia de mim.» para que Deus nos abra os olhos espirituais e vejamos o nosso pecado, vejamos a redenção que há em Cristo Jesus através do seu sacrifício na cruz do Calvário.

Precisamos de orar como Bartimeu

Bartimeu fez uma oração, não fez uma reza. Rezar não é o mesmo que orar. Rezar é repetir o que se aprendeu de outrem, enquanto que orar é dirigir-se a Deus com suas próprias palavras. Rezar é falar de cor, orar é falar do coração. A reza conta pela repetição, a oração conta pela fé. Há muita gente que reza e pouco gente que ora.A reza produz pouco se feitos, mas aoração pode mover montanhas! Bartimeu, não fez uma reza porque não aprendeu esta oração de outrem, não a ouviu de outrem; ele clamou a Deus do seu coração.

Nós precisamos orar como Bartimeu, do fundo do nosso coração. Se repetirmos a oração dele, fica uma reza; mas se personalizarmos a sua oração e falarmos com Deus do fundo do nosso coração, Deus pode salvar-nos como salvou Bartimeu.

Bartimeu fez uma oração de grande alcance: «…​Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim.» Haviam vários deuses pagãos em Jericó. Bartimeu já teria clamado a eles por ajuda mas isso não o tinha ajudado. Ele ouviu que Jesus andava fazendo milagres, que curava os enfermos e dava salvação às pessoas. Jesus estivera em Jericó, em casa de Zaqueu, contemporâneo de Bartimeu, e tinha-lhe dado a salvação a ele e à sua família! Bartimeu clamou a Jesus com fé!

Clamar a Jesus é coisa séria e que resulta sempre! A bíblia diz: «…​se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo» (Rom. 10:9). Bartimeu clamou: «…​Jesus, filho de Davi tem misericórdia de mim…​». Este termo : «…​filho de Davi…​» mostra que ele estava informado de quem era Jesus. Terá tido conhecimento do anúncio do anjo Gabriel à virgem, acerca da pessoa do Senhor Jesus Cristo? O anjo disse: «E darás à luz um filho e chamarás o seu nome Jesus; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.» (Mat. 1:21) «…​este será grande, e será chamado filho do Altíssimo ̧e o Senhor Deus lhe dará o trono de David, seu pai: e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim-» (Luc. 1:32-33). O termo «..filho de David…​» implica que Jesus Cristo é o Filho de Deus, o Rei dos reis e o Senhor dos senhores. Bartimeu clamou, orou com palavras cheias de conhecimento e fé crendo que Jesus era o seu Salvador: «…​tem misericórdia de mim.» Esta é a forma mais directa e correcta de nos dirigirmos a Deus. Quem clama a Deus por misericórdia, nunca é despedido vazio. A bíblia fala de outro homem que orou a Deus dizendo: «…​tem misericórdia de mim pecador e saiu justificado para sua casa» (Luc. 18:9-14).

Nós precisamos fazer, como Bartimeu, esta oração. Não é repetir a oração como uma reza, mas tomar conhecimento de quem é Jesus e apelar à sua misericórdia! Jesus não é um santo qualquer. Não é apenas um personagem da história nem um mártir. Não foi apenas um profeta. Jesus é o Filho de Deus que deu a sua vida por nós na cruz do Calvário, que derramou o seu precioso sangue para nos lavar dos nossos pecados. Ao terceiro dia ressuscitou dos mortos e apresentou-se vivo e como o todo-poderoso. Ele ama-nos profundamente, é o único Salvador e espera que clamemos por sua misericórdia.

Esta oração feita com discernimento e fé pode salvar-nos e mudar a nossa vida

«…​Jesus, filho de David tem misericórdia de mim.» Se tu és capaz de crer que Jesus é o Filho de Deus, que deu a sua vida na cruz e ressuscitou ao terceiro dia, tu está em condições de fazer esta oração agora. Tu estás muito perto de receber o perdão e a salvação de Deus.

A bíblia diz: «…​se tu creres em teu coração e invocares o nome do Senhor Jesus, serás salvo.» Esta oração feita com discernimento e fé pode mudar a tua via. Convido-te a procurares um lugar a sós e aí fazeres esta oração sincera do fundo do teu coração. Jesus vai receber-te, perdoar os teus pecados e mudar a tua vida. Começa então a segui-lo como fez Bartimeu.

Publicado em 2018-07-27

Para Trás

Para Trás